Blog
Boca com aparelho
25 de maio de 2020
Compartilhe:

Quantos anos ficarei com o aparelho ortodôntico?

A correção de dentes tortos possui uma solução conhecida por muitas pessoas: o uso de um aparelho ortodôntico. Porém, nem sempre passar por esse processo é simples ou fácil, o que faz com que surjam muitas dúvidas durante o processo de tratamento sendo a mais comum qual o tempo de duração do tratamento com o uso de aparelho.

É muito comum que a resposta para essa dúvida seja um “depende”, e isso acontece porque o objetivo final de um tratamento ortodôntico é sempre proporcionar uma boa condição funcional e estética ao paciente. A questão é que para alcançar estes resultados, tudo vai depender do grau do problema a ser corrigido bem como da adesão do paciente ao tratamento.

Depois da avaliação e planejamento do tratamento, o médico dentista irá escolher um de vários caminhos possíveis para fazer o tratamento dental, porém, muitas vezes, o processo pode acabar sendo mais demorado do que o desejado.

 

Como funciona um tratamento ortodôntico?

Basicamente, um tratamento ortodôntico é feito por meio da movimentação dos dentes através da aplicação de uma força sobre eles. Esta força provoca modificações no ligamento periodontal, o que causa a reabsorção do osso de um lado do dente, nas áreas de pressão, e a posição do osso do outro lado, nas áreas de tensão.

Para aplicar esta força, o dentista pode utilizar diversas opções, que podem variar de paciente para paciente. Atualmente, a correção dos dentes pode ser feita com aparelhos fixos tradicionais e alinhadores móveis ortodônticos.

A principal função do aparelho dental é ser um dispositivo mecânico que irá aplicar determinada força para movimentar a dentição, deixando os dentes na posição desejada.

 

Leia Mais:

>> Como funciona o aparelho ortodôntico

>> Ortodontia estética: gasto ou investimento?

 

Quanto tempo o paciente fica com o aparelho?

Como citamos anteriormente, não existe um tempo padrão. Existem inúmeros fatores a serem considerados e usar amigos e conhecidos como parâmetro não é a melhor opção. Um tratamento ortodôntico normal dura, em média, entre 12 a 24 meses.

Fatores que podem alterar essa duração são: a gravidade da má oclusão, necessidade ou não de extrações, idade do paciente, problemas hormonais, medicações e a mecânica utilizada.

 

Dá para acelerar o processo?

Já existem estudos e técnicas que possibilitam acelerar o tratamento ortodôntico. A tecnologia tem possibilitado que o tempo que o paciente fica no consultório seja reduzido, mas sempre levando em consideração que esta redução no tempo não deve prejudicar o tratamento como um todo.

Alguns estudos que vêm sendo desenvolvidos para contribuir para acelerar o processo de correção dos dentes são: osteo-microperfurações, corticotomias, injeções locais de PRP, aparelhos vibratórios e laser de baixa potência estão sendo analisados como técnicas viáveis.

É importante ressaltar que para acelerar a movimentação ortodôntica, é necessário acelerar a resposta biológica à força aplicada ao dente, o que depende do organismo de cada pessoa. Portanto, para diminuir o tempo de tratamento, o melhor caminho é sempre um bom diagnóstico e o planejamento adequado do tratamento, com a aplicação correta das mecânicas.

Receba em primeira mão novidades do mundo da moda, descontos, tendências e muito mais!

    Para otimizar sua experiência durante a navegação, fazemos uso de nossa Política de Privacidade. Para proteger seus dados pessoais respeitamos nossa Política de Privacidade. Ao seguir com a navegação e visita, você concorda com nossas Políticas.