Cirurgia na Gengiva

O que é?

Às vezes o que compromete o sorriso de um paciente não são os dentes, mas a gengiva. Nestas situações, a melhor abordagem pode ser a cirurgia na gengiva, que corrige uma série de problemas estéticos neste tecido.

No caso do sorriso gengival, também conhecido como sorriso alto, por fatores genéticos ou adquiridos (como o uso do aparelho ortodôntico) a gengiva se destaca muito quando o paciente sorri. Já as retrações são o contrário: a gengiva se retrai e deixa a raiz do dente exposta. Nestes casos, assim como quando a gengiva é muito fina, a intervenção cirúrgica pode ser a solução.

Por que fazer?

Por mais que preocupação com o aspecto da gengiva seja majoritariamente estético, no caso das retrações pode haver danos à saúde bucal. As raízes expostas podem causar sensibilidade, perda óssea e do dente. Além disso, elas são amareladas e prejudicam a aparência do sorriso.

A necessidade de cirurgia na gengiva pode vir de doenças. Com o acúmulo de placa bacteriana na linha da gengiva, podem se formar as chamadas bolsas periodontais, sinais de um mal no tecido.  Além da questão estética, estas bolsas são um risco à saúde da sua boca, pois acumulam alimentos e mais placa.

Por meio da cirurgia na gengiva, o dentista pode remodelar o tecido saudável ao redor delas. Com isto, não apenas há uma melhora no aspecto estético, mas também um menor risco de comprometimento dos dentes ou, até mesmo, da estrutura óssea.

Além da questão da saúde, quando a sua imagem é importante para a vida profissional (caso de modelos, atores e até mesmo vendedores) ao corrigir a aparência da gengiva você só tem a ganhar. O mesmo vale se ela prejudica o seu sorriso e isto diminui sua autoestima.

Como é feito?

O procedimento de cirurgia na gengiva varia de acordo com o problema apresentado pelo paciente.

Caso ele sofra de sorriso gengival, o tratamento indicado é a gengivoplastia. Esta cirurgia na gengiva consiste na remoção do tecido em excesso que cobre os dentes. Em casos mais severos é feita a gengivectomia: a remoção não é apenas de parte da gengiva, mas também do osso que a suporta.

No caso das retrações, é feito um tipo diferente de intervenção. Neste caso a gengiva sofre incisões e é descolada para que o dentista a remodele sobre os dentes. A região é suturada e o paciente deve fazer repouso absoluto por 1 ou 2 dias.

Caso a retração seja muito grave, o procedimento indicado é o enxerto gengival: é retirada gengiva de outra região da boca do paciente para ser recolocada nos locais que ficam mais aparentes ao sorrir.

Quem pode fazer?

Quem tem placa bacteriana sobre os dentes deve procurar uma clínica odontológica em Curitiba para removê-la antes de passar por qualquer cirurgia na gengiva. Além disso, fumantes devem evitar o cigarro logo antes e logo após o procedimento. Mas lembre-se: a palavra final sobre o tratamento e outros procedimentos que possam ser necessários é do dentista.